Sobre vidas e trajetórias….

Ontem fui ao cabelereiro que frequento, há aproximadamente 30 anos , e fiquei pensando como essas relações duradouras fazem parte de mim, e da minha vida.

Corto cabelo com @sandrazcury, que adoro desde o primeiro dia que entrei pela primeira vez no @olegariocabelereiro, fui indicada por uma cliente, que tenho a honra de tê-la ainda como cliente da malinha,@renatafukugava, uma querida ,que nesse momento , represente todas minha clientes queridas, que com suas companheiras iam sempre que dava tomar um café na loja da Bandeira Paulista, no Itaim. Olha quanta gente envolvida que tenho o prazer de ainda ter de alguma forma ao meu lado. Tenho saudade da loja física, nesses momentos, em que o bate papo não é substituído por nada. Por isso reformei o atelier para ter mais conforto para receber amigas, clientes, mas sei que não estou mais num bairro tão acessível , como Itaim, e visitas não são frequentes por aqui, por isso o sábado no atelier, onde ainda num horário mais fácil, encontramos algumas amadas que nos brindam com sua presença.

Voltando as amizades e situações duradouras, tenho como amiga, outra muito querida,@lenaban, trabalhamos juntas por toda vida, com alguns intervalos de tempo e hoje a tenho numa lista, guardada de amadas.

Na minha casa, minha colaboradora e amiga está comigo desde o nascimento do meu primeiro filho, com idas e vindas também, por mudanças ,poe intervalos que a vida nos impõe, mas está aqui comigo, e no meu coração.

Minhas queridas na confecção, as que se foram , foram por aposentadoria, ou outras direções que tomaram, mas sempre minhas funcionárias ficam pelo menos 10 anos , nada acontece comigo temporariamente, é sempre tudo prolongado, concreto, firme.Gi, que algumas de vocês se lembram, e sempre perguntam, Theozinha que dedicou muitos anos conosco, Josi que está comigo, Gerlúcia, que já beira os 12 ano.

Depois de muitos anos longe de mim, não é que volta a @elianealmeida ? Trabalhou comigo, no meu consultório de fonoaudiologia, nem sei há quanto tempo, ou melhor, sei, mas não vamos comentar, o importante é que está aqui comigo agora, depois de trabalhar com meu marido por outros muitos anos também….

E aí falando nele, eu e meu marido, estamos juntos há mais de 40 anos…casados faremos 42 anos em janeiro próximo, juntos, há 46 anos!

Só posso agradecer à Deus, por ter podido fazer vínculos tão profundos e longos com pessoas maravilhosas , que tornam minha vida mais fácil e suave de ser vivida. Amo todos vocês, e sei que deixei de falar muitos aqui, mas saibam que estão no meu coração também! Hoje foi dia de nostalgia, saudade>

Que cor é essa?

Falei para vocês que recebo todos os dias perguntas da cor do meu cabelo.

Já comentei no insta@camisariadaisygouveia, mas achei que merecia um post, pois é uma das coisas que eu mantenho há muitos anos, mesmo tendo mania de variar , mas a cor, não mudo ,pela praticidade da manutenção e saúde do cabelo. Então acho bom passar boas experiências.

Uso henna, hà mais de 30 anos, e sempre nesses tons acobreados, avermelhados, para o vinho. fiz minha coloração há mais ou menos 2 anos, e não é que a cor bateu com o diagnóstico da lindinha amada@larissa.ehrentreich , personal stylist.

A henna foi minha companheira nessa pandemia, pois apesar de ser fácil a manutenção, gosto ir ao cabelereiro para ter um resultado mais top. mas durante o isolamento, consegui manter em casa, meu tom, e eliminar os branquinhos, que para mim são indesejados. Nada contra que com quem gosta de ostentà-los. Na coloração com a Larissa pude conhecer que prata não é minha cor. Sou outono, e as cores que me caem bem são quentes.

Todas as vezes que mudei por tonalizante, e foram a penas 2 vezes, ficou lindo , mas a saúde do cabelo, viço, brilho, foi pra cucuia.

Quando comecei a passar henna, tinha luzes, muito claras, e foi difícil persistir, mas as nuances com o tempo ficaram bonitas e fazia luzes não tão claras para dar o sobre tom, agora ,os branquinhos fazem esse papel, e acho que fica bom.

Uso henna @suryabrasilvegan vinho em ´pó, de 10 em 10 dias, e alterno a raiz com chocolate em creme da mesma marca, por que a raiz muito clara acho que há risco de ficar um vermelho artificial, e feio.Para quem quer tentar, recomendo, mas é um exercício de paciência, não fica bom da noite para o dia. ARRISQUE-Se.

sobre pegadinhas,espertezas,malvadezas e feiuras!

Além do que estamos passando, sobre isolamento, pandemia,receios, medos, estamos expostos à uma violência tal, que nos surpreende à cada momento.

Não falo da violência das ruas, que já saímos nos protegendo e a surpresa não é mais imperativa, estamos preparados e desconfiamos de todos, falo da violência que nos pega totalmente frágeis, dentro da nossa casa, achando que estaremos confortáveis e seguros navegando nas redes, nos socializando da forma que nos restou e de repente sua foto aparece num whatsapp que não te pertence, e pedindo ajuda financeira à amigos?????? O que é isso? tantos códigos de segurança, e mais outros tantos serviços que prometem segurança total sendo penetrados e dilacerados?

aí você entra no seu face e percebe que mandaram receita de bolo para alguém, como se fosse você, receita essa que desconhecia, e sabe lá o que acontece se alguém clica nessa receita!

Aí você liga a TV, e só ouve e assiste desrespeito,brigas sem sentido, violência nua e crua , gente se machucando ou morrendo por motivo nenhum. Parece um roteiro de terror.

Você que já foi invadido no seu celular, nas suas redes, sabe bem do que estou falando, que sentimento de impotência, e sem saber muito bem a quem recorrer, como evitar, como impedir.O que fazer?

O celular para nós atualmente é absolutamente necessário faz parte de cada tarefa, agenda, banco, redes sociais , email, mensagens, convites, trabalho,é nosso virtual e ao mesmo tempo real.

Esse post é mais um desabafo,um alerta à tudo que chega á você, não clique em tudo que recebe, bloqueie o que achar estranho,jogue fora emails desconhecidos, CUIDADO!

Best sellers

regata best seller

Em nossas coleções, temos como em tudo o que fazemos, os melhores, as mais queridas, as top sucesso!!!!

Essas peças vão se transformando em clássicos que não podem ficar fora do guarda roupa. a gente usa até gastar, mas não enjoou, precisa ser reposta! Reposta, com elegância, em materiais diferentes, cores e detalhes que tragam algo novo, mas o esqueleto, a modelagem, o DNA, está lá.

Pois é, temos alguns” best sellers”, que sai coleção entra coleção, sai inverno, e entra verão, temos que ter, além das peças que estão em algum acervo por aí e de repente, aparece em nosso whatsapp, gente, olha esse casaqueto, que adoro, e quero muito outro por que quero outra cor….Como foi o caso de uma cliente, que nesse inverno pediu que refizéssemos um casaqueto de moletom de 15 anos atrás….

E a moda pegou! Minha irmã mandou outro casaqueto, que gostava muito e essa semana uma amiga também mandou foto de uma parca de 20 anos, e o melhor servindo nela, e usando!!!Outro dia, na escola da minha neta, a professora levou um pareô, à titulo de curiosidade, como demonstração de carinho ,que eu amei, mas que deve ter muitos e muitos anos.. Todas as peças com aspecto de novas, impecáveis validando nossa qualidade e atemporalidade . Isso me enche de orgulho e me deixa feliz, como um objetivo alcançado.

Voltando as nossas “queridinhas”, posso falar sem erro, que nossa micro flare 404, é uma dessas peças, se você não tem ou nunca experimentou, experimente, é uma modelagem que contempla todos os biotipos , pois eh uma flare com traços sutis, que não evidenciam quadril ,como as mais fiéis ao modelo. Ela sempre é presente de formas diferentes, essa estação , até em moletom fizemos , e é sucesso!

Outros “imperdíveis”, nossa regata que trabalha à nosso favor, esconde a alça do soutien, e não revela gordurinhas indesejáveis, e mais, camisas essenciais , em cores e tecidos diferentes, que estão sempre em ocasiões importantes, e quebram o maior galho em ocasiões mais formais, sem deixar de lado as “tees”, mais ou menos básicas, que por serem peças mais acessíveis, renovam looks com facilidade.

quem não conhece nossas peças permanentes, conheça e dê sua opinião!

Moda em tempos de pandemia

Outro dia, uma parceira de trabalho, a You Curadoria, me pediu para fazer um pequeno vídeo para as clientes, na entrada do inverno, sobre minha inspiração e trabalho durante a pandemia.Como todas devem imaginar, trabalhar com moda, confeccionar, não é muito fácil,é fascinante, mas longe de suave .O processo começa na criação,modelagem, compra de matérias primas adequadas, aviamentos, a espera da chegada destas, ai a primeira peça que chamamos de piloto, ajustes da modelagem , ampliação dos tamanhos, e por fim corte da produção, costura, acabamento,controle de qualidade, passadoria, e embalagem . pois bem, em meio ao início do processo, tivemos a notícia da pandemia., e aí?

Continuar lendo Moda em tempos de pandemia